86S3kuextR2S3YWJ_kx2UbklxpY

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

McDonald's e Coca-Cola celebram os 50 anos do BigMac com latinha especial

Para dar continuidade a comemoração dos 50 anos de Big Mac, o McDonald's se uniu a Coca-Cola para juntos realizarem uma ação exclusiva em todo o Brasil. Então, para você que é fã das duas marcas, se prepare pois a partir do dia 18 deste mês quem comprar uma McOferta do sanduíche vai ganhar uma lata de Coca-Cola Sem Açúcar decorada, edição exclusiva, produzida especialmente para a ocasião. Serão cerca de 400 mil unidades distribuídas nos mais de 900 restaurantes da rede no país. A promoção será válida até o dia 30 de setembro, ou até quando durarem os estoques. 
"Sabemos que essa combinação é mais do que perfeita, seja pela explosão de sabores, seja pela popularidade de ambos os produtos, que colecionam milhões de fãs no mundo inteiro. Por isso, a bebida não poderia ficar de fora da comemoração dos 50 anos do nosso maior ícone com uma edição especial da sua lata que promete marcar época", afirma o VP de Marketing Roberto Gnypek.
Não é de hoje que as marcas McDonald's e Coca-Cola firmam parcerias de sucesso. Referência em seus respectivos mercados, ambas sabem que essa dobradinha é infalível. Ano passado, se reuniram na campanha #TenteExplicar, onde desafiavam consumidores a descrever os sabores, sentimentos e sensações únicas de comer um Big Mac bebendo uma Coca-Cola. Esses dois ícones da cultura pop estão cada vez mais afiados em surpreender a todos com promoções e campanhas divertidas.
"Big Mac com Coca-Cola é um clássico e não poderíamos ficar de fora dessa comemoração. Os fãs merecem celebrar esses 50 anos com a gente", diz Lucas Fiuza, gerente de operações da Coca-Cola Brasil.
As latinhas especiais fazem parte de uma grande celebração global em torno dos 50 anos de Big Mac que teve como ponto alto as MacCoins, cinco modelos de moedas colecionáveis, cunhadas na Casa da Moeda Americana nos Estados Unidos, que representavam cada um uma das décadas de vida do sanduíche. A promoção que contou com a participação de 57 países, teve o seu início em 2 de agosto quando mais de 6 milhões de moedas foram distribuídas pelos restaurantes da rede pelo mundo a fora.
Sobre a Arcos Dorados
A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald's do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald's em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.180 restaurantes McDonald's com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO). Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir
Fonte: varejista.com.br

Arriba: Rede Curitibana De Comida Mexicana Planeja Expansão Pelo Brasil


Com faturamento de R$ 9 milhões em 2017, a rede Zapata aposta em modelo de franquia e prevê a abertura de 50 unidades na Região Sul e no Estado de São Paulo nos próximos cinco anos

Com faturamento de R$ 9 milhões ao final de 2017, a rede Zapata, principal marca nacional de comida mexicana, quer dobrar esse número em dois anos e o modelo de franquia é a aposta para atingir essa meta arrojada de crescimento. Nos próximos cinco anos, a rede prevê a abertura de 50 unidades na Região Sul e no Estado de São Paulo. Atualmente, o grupo, que foi fundado no ano de 2007, conta o Zapata Mexican Bar e seis unidades do Zapata La Taquería, que é o grande foco da expansão, em funcionamento na cidade de Curitiba (PR).






“A expansão da empresa por meio de franquia se deve ao fato de não existir a necessidade de capital próprio e nem recorrer a financiamentos bancários. O setor de franquias no Brasil, se comparado com os Estados Unidos, tem muito a crescer, pois o mercado está em um constante processo de amadurecendo e expansão”, comenta Márcio Brasil, fundador da rede Zapata. E os números do setor só comprovam que o modelo de negócio é lucrativo para ambos os lados. O faturamento do setor de franchising chegou a R$ 163 bilhões no ano de 2017, um crescimento de 8% comparado ao ano anterior. De acordo com um estudo realizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), 35% das 50 maiores franquias do Brasil são do segmento de alimentação. A associação aponta ainda que a taxa de sobrevivência de franquias é 8 vezes maior do que de outros negócios.

Com previsão de investimento inicial em 350 mil reais por unidade da Zapata La Taquería, o foco do Zapata está nos mercados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e, obviamente, Paraná. Para quem quer investir em franquias, a rede oferece apoio total do planejamento à implantação e treinamento. “Nosso plano de negócio está estruturado em abrir cerca de 50 lojas dentro da Região Sul e o Estado de São Paulo. Após abertura dessas unidades, vamos mirar o restante nas Regiões Sudeste e Centro Oeste, crescendo em formato de caracol, de dentro para fora, para podermos dar suporte ao nosso franqueado”, explica Márcio Brasil. 

Ainda para o ano de 2018, a rede pretende inaugurar mais três unidades. “Temos um produto que tem grande aceitação no mercado brasileiro e em outros países, se comparado as operações mexicanas no Brasil, o bom retorno de investimentos, que fica entre 24 a 36 meses, são o chamariz para os que querem investir em um negócio próprio”, complementa Márcio.

O Zapata

A primeira unidade do Zapata Mexican Bar abriu as portas na capital paranaense no ano de 2007, trazendo um novo conceito em gastronomia mexicana e noites latinas para a cidade. Em 2011, foi a vez do Zapata La Taquería, formato ideal para expansão em shopping centers, com foco em alimentação rápida. O nome da franquia foi inspirado no líder revolucionário Emiliano Zapata, considerado até hoje um ícone mexicano por seus ideais e espírito libertário. Liberdade esta que inspirou o Zapata Mexican Bar e a La Taquería, um conceito de comida mexicana express que está conquistando os brasileiros. Cada unidade chega a atender 6 mil clientes por mês.

O cardápio do Zapata Mexican Bar conta 56 pratos tipicamente mexicanos, sendo 12 tipos de sobremesa, além de bebidas, drinks, chope e cervejas nacionais e internacionais, e ainda 14 rótulos de tequila, a bebida tradicional daquele país. A versão La Taquería do Zapata é para os apaixonados pelo tempero caliente e que querem uma comida rápida e saudável. O cardápio permite uma infinidade de sabores com diferentes combinações. Basta escolher o prato que pode ser burrito, nachos, taco, quesadilla ou ensalada, e depois optar por uma das opções de proteína e finalizar com os complementos da sequência de recheios que podem ser quentes ou frios.

Para mais informações sobre a rede Zapata, acesse o site www.zapatamexicanbar.com.br.


Fonte: Falando de Varejo

KFC Planeja Abrir No Brasil 500 Novas Unidades Até 2027


Até o fim deste ano, a rede de fast-food abrirá mais 25 unidades. KFC atingirá 75 unidades no Brasil até o final de 2018

O KFC – rede de fast-food referência mundial em frango frito – está iniciando um agressivo plano de expansão no mercado brasileiro com o objetivo de abrir nos próximos nove anos - até fim de 2027 - 500 novas unidades nas principais capitais do país. Atualmente, a rede conta no país com cerca de 50 unidades, sendo 14 delas próprias, distribuídas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará e Pernambuco. No mundo, KFC está presente em 125 países com mais de 20 mil restaurantes.




De acordo com lldefonso de Castro Deus, gerente geral de KFC no Brasil, a expansão de dará, prioritariamente, via franquias e tem foco inicial nos mercados de São Paulo capital, Grande São Paulo e maiores cidades do interior), Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Ceará. A meta da rede é buscar investidores com capacidade gerencial e financeira para implantar pelo menos cinco unidades no período de três anos. “O KFC está aberto a novos grupos de investidores para o desenvolvimento da marca em diferentes regiões do país. Além da nossa expertise no setor de franquias, acreditamos que a expansão agressiva se deve à ampla aceitação da rede, que é referência em frango frito no mundo”, destaca ele, informando que o investimento em cada unidade é de cerca de R$ 2 milhões, incluindo o custo do ponto comercial e treinamento do operador durante 90 dias, com prazo de retorno do investimento em 36 meses.

Até o final de 2018, o KFC deve abrir 25 novos pontos no país, sendo 8 próprios, chegando aos mercados de Rio Grande do Sul, Curitiba e Brasília. No total, entre investimentos da marca e dos franqueados, serão R$ 40 milhões somente até dezembro na expansão da rede. “Para 2019, nossa meta é de no mínimo mais 50 unidades”, acrescenta o executivo. Além do formato atual de lojas em shopping centers com 60 m², a rede vai apostar, a partir do próximo ano, em unidades de rua com 250 m² e serviço de delivery.

Cardápio

O balde de frango é o carro-chefe do cardápio brasileiro e está disponível em duas versões: Crocante e Receita Secreta, combinação de 11 ingredientes secretos criada pelo fundador Coronel Sanders, nas versões de tirinhas de peito de frango ou pedaços acompanhados por molhos variados. KFC também oferece variadas opções de sanduíches, Big Box, milk-shakes e sobremesas. O cardápio passa constantemente por inovações.

Sobre KFC

O KFC - Kentucky Fried Chicken - é uma rede de restaurantes norte-americana criada em 1952 pelo Coronel Harland Sanders, em Kentucky, nos EUA. A Receita Secreta do delicioso frango – grande sucesso feito à base de 11 ingredientes secretos – está trancada num cofre em Louisville, no Kentucky.

A rede soma mais de 20 mil restaurantes distribuídos em mais de 125 países e no Brasil é operada pela Multi QSR (que também gerencia as marcas Pizza Hut e Taco Bell), que pertence ao empresário Carlos Wizard.


Fonte: Falando de Varejo

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Marca americana de eyelashes Borboleta Beauty inaugura em São Paulo sua primeira sede no Brasil


Atentos à ascensão das extensões de cílios no mercado de beleza internacional, Mark Neeleman, co-fundador da Azul Linhas Aéreas no Brasil, e Valentin Manfrin, ex-gerente de logística da Louis Vuitton e de operações da Chanel, inauguram em São Paulo no próximo dia 13 de setembro a primeira sede da Borboleta Beauty no Brasil – marca americana de eyelashes, expoente no ramo e sediada em Salt Lake City, de Utah, nos Estados Unidos.
"É uma honra fazer parte da família Borboleta e trazer uma experiência empreendedora profunda para a beleza no Brasil. Eu acredito que é um momento perfeito para entrar no mercado e trazer novos empregos em um setor em constante expansão", aponta Mark.
O espaço da Borboleta Beauty, na rua Oscar Freire, será um hub de treinamento de futuros profissionais, com uma rede de professores especializados na área, capacitados para um atendimento único e personalizado, que conta ainda com emissão de certificação internacional.
"Borboleta descobriu que está em casa no Brasil. Somos muito gratos pelo belo povo brasileiro ao abraçar uma marca que representa a diversidade na beleza e que se esforça para tornar o mundo um lugar mais bonito. Estamos empolgados em continuar a levar a educação e os produtos de renome mundial da Borboleta Beauty para os incríveis beauty artists no Brasil", diz Kim Jaynes, fundadora da Borboleta Beauty.
Indicado como uma das principais tendências de 2018, segundo o Pinterest 100 Global Report, os cílios permanecem como destaque no segmento de beleza, tendo em vista o protagonismo gradativo das eyelashes nos rituais de maquiagem. No Brasil, nomes como Fernanda Lima, Taís Araújo, Giovanna Ewbank e Renata França já tornaram-se adeptas da técnica, que conta ainda com Katherine Heigl, atriz americana, em seu leque de fãs da Borboleta.
A marca conta com seus próprios produtos, à venda no e-commerce e utilizados nos cursos que serão ministrados na sede, situada na rua Oscar Freire, nº 2190, e são divididos em três formatos: clássico, volume e VIP/intensivo.
A abertura, em São Paulo, da segunda sede da Borboleta no mundo na próxima quinta-feira (13) começa às 20h e segue até 22h. Antes do evento de inauguração, Dave Jaynes, CEO da Borboleta, ministrará uma palestra sobre o motivo que o fez largar o universo do banco de investimentos para investir no mercado de beleza.
SERVIÇO
Borboleta Beauty
Rua Oscar Freire, nº2190 – Pinheiros, São Paulo/SP
@borboletabeautybrasil

Fonte: Varejista.com.br

Cacau Show inaugura a maior loja de shopping da América Latina voltada para o segmento de chocolates finos


Depois da abertura de sua primeira Mega Store, com 2 mil m², no Complexo Intensidade em Itapevi (SP), a Cacau Show, maior rede de chocolates finos do mundo, inaugurou outra Mega Store, desta vez no Morumbi Shopping, em São Paulo. Com uma área de 450 m², a operação foi projetada com foco na experiência do cliente e possui ambientes de entretenimento e lazer para toda a família, que incluem espaço para café, lanches e sobremesas especiais, laboratório de cursos, atividades para crianças e apresentações de jazz às terças e às sextas-feiras, a partir das 20 horas.
"Criamos um espaço único para a interação dos consumidores com a Cacau Show, quando desenvolvemos o projeto do Complexo Intensidade, que celebra os nossos 30 anos. O que estamos trazendo para o Morumbi Shopping é essa nova experiência, incrível e saborosa, com nossos produtos", explica o presidente e fundador da Cacau Show, Alê Costa.
O local apresenta layout moderno pensado para oferecer o tradicional mix de produtos da marca, além de opções sofisticadas, como a linha de bombons artesanais Petit Parfait, assinada por Alê Costa. Na Cafeteria Cacau Show, a marca oferece receitas exclusivas, como os pães artesanais produzidos com nibs de cacau, que são lasquinhas do fruto, e as delicadas receitas de musses, disponíveis nas opções Bendito Cacao 65%, laCreme ao Leite, laCreme Branco, laNut e misto.
Há também uma área bean to bar, que leva ao consumidor a possibilidade de conhecer uma das etapas do processo de fabricação do chocolate. No local, as amêndoas de cacau são drageadas e disponibilizadas para venda. Para reforçar a jornada do consumidor e completar e experiência, também será possível participar de cursos e workshops na Cacau Lab, ministrados pelo chocolatier Alê Costa e outros chefs convidados. As atividades serão voltadas para adultos e crianças, incluindo temperagem do chocolate e receitas especiais. A programação será divulgada em breve.
"É a concepção de que o chocolate é parte integrante da vida das pessoas e que a Cacau Show faz parte do compartilhamento desses momentos de alegria. Queremos contagiar as pessoas em cada pedaço de chocolate, com nosso carinho e dedicação", completa Costa.
Para o público infantil, a Mega Store ainda reserva uma área lúdica, com teatro de marionetes e as linhas infantis Chocomonstros, Bellas e Chocobichos. O local também possui palco para shows. A unidade foi projetada pelos arquitetos Pedro Alcântara e Tatiana Romero, com móveis do designer Paulo Alves e obras de artistas como o painelista Eduardo Kobra, o escultor Bittencourt e o fotógrafo Laílson Santos.
Sobre a Cacau Show
Fundada em 1988, a Cacau Show tornou-se a maior rede de chocolates finos do mundo. Atualmente, conta com mais de 2 mil lojas nos principais shoppings, avenidas e ruas comerciais de todo o Brasil. Especialista em chocolates com diferentes intensidades de sabor, a Cacau Show está em constante inovação e oferece uma variedade de produtos para todos os gostos e momentos.
Fonte: varejista.com.br

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Meu Deus, Meu Concorrente Está Visitando Minha Loja!


Uma das coisas que constantemente verifico que ainda não foi bem trabalhada pelo mercado está na questão de quando se percebe que um concorrente de alguma maneira está realizando uma visita em seu território, ou seja, sua loja.

Seja talvez por uma nova loja, uma nova tecnologia, ou somente uma pesquisa informal de “como é que estão indo as coisas no quintal do vizinho”, para verificação de popularidade ou preços, eu acredito que os tempos de “inimigos” já deveriam ter sido revistos há tempos.




Primeiro, porque costumo a dizer que a gente não deve ter medo de ser copiado, principalmente quando temos uma novidade já lançada. Se é a verdade que muita gente prefere o concorrente testar algo e quebrar a cara primeiro, mais gente quebrando a cara junto com você só ajuda a criar mais opiniões, possibilidades e massa crítica para novas tecnologias ou novas soluções, ou até mesmo simplesmente barateá-las.

Segundo, pois costumo a contar nesse caso com minha teoria do “chef de cozinha”, similar aos programas de concursos culinários em alta na TV: Emparelhe 10 chefes de cozinha, um ao lado do outro, todos de frente para fogões todos da mesma marca, assim como suas frigideiras. Distribua um ovo para cada um, podendo até mesmo ter sido “originado” da mesma galinha, e “voilá”: Teremos 10 ovos fritos totalmente diferentes. Ou seja, não importa as mesmas ferramentas, cada um colhe um resultado diferente. Nessas horas expertise e bagagem contam mais do que o método de “copiar e colar” temido pelos varejistas. 

Terceiro, se sua preocupação ainda é com o preço ou a promoção que está realizando, acredito que depois de algo que criaram chamado Internet, seu vizinho é o menor dos seus problemas. Talvez teu vizinho do outro lado do mundo, que nem te conhece, te ofereça mais perigo!

É óbvio que a única questão que se faça jus a uma preocupação seria em relação “ao que ainda não está na loja”, como campanhas, coleções de moda, promoções que ainda vão entrar no ar, entre outros. Mas tudo o que está na loja, já é, por assim dizer, público, e por isso, não deveria haver receio em receber seu concorrente.

Até porque de uma maneira ou outra, cá entre nós, ele vai te visitar do mesmo jeito, assim como você também não deixa nunca de visitá-lo, correto? 

Devemos ter em mente que unidos, até mesmo concorrentes, tem mais a ganhar do que perder. Já há no Brasil pequenos grupos e associações que vem unindo concorrentes em prol de alguns ideais, que vão desde a discussão de melhores valores de aluguéis, até mesmo aspirações políticas, onde buscam que o varejo ao menos possa ter um papel político cada vez mais destacado devido sua importância na composição do PIB e emprego, entre outros fatores.

Um grande abraço e boas vendas.


Fonte: Falando de Varejo

As prioridades do varejo para o omnichannel

Em quais canais digitais os 537 maiores varejistas do País pretendem focar suas atuações omnichannel nos próximos 12 meses.

Os 537 maiores varejistas do País foram ouvidas pela consultoria DOM Strategy Partners, que buscou levantar em quais canais digitais estas empresas pretendem focar suas atuações omnichannel nos próximos 12 meses. De acordo com a pesquisa, os supermercados e hipermercados despontam como as categorias mais propensas a investirem em plataformas digitais para maximinizar a experiência multicanal do cliente.
O levantamento indica que 87% dos supermercados e hipermercados pretendem intensificar suas estratégias omnichannel focando em lojas virtuais. Atualmente, 71% desta categoria tem como ponto principal de vendas as lojas físicas.
O mesmo caminho será adotado pelas companhias que têm negócios no varejo de moda / têxtil. Somente neste setor, 67% das empresas vão focar suas atuações digitais em lojas virtuais, tendo um incremento de aderência na casa dos 5% em relação ao ano passado. Ademais, 56% das drogarias entrevistadas revelaram para a pesquisa a mesma meta de ampliar o seu ponto de contato com o consumidor por meios de lojas virtuais, assim como 56% das varejistas com negócios no mercado de saúde e beleza.
Em contrapartida, 38% das varejistas que vendem produtos esportivos e 41% que vendem livros e cd’s tendem a focar as suas estratégias de ampliação de canal para os APPs, olhando com mais atenção para sites de relacionamento como Facebook, Instagram e outros aplicativos móveis. Tudo para expandir as suas experiências com o consumidor. Caminho bem parecido a ser trilhado por 48% dos magazines de eletroeletrônicos e eletrodomésticos no qual escolheram o mobile como o conceito principal para fortalecer a sua presença multicanal.
“O apreço do brasileiro em comprar cada vez mais roupas pela internet tem feito grandes marcas consolidadas no ambiente físico a olharem mais estrategicamente para o ambiente online. Não é mais só uma questão de inovação, é um novo posicionamento de mercado para atender o consumidor em todas as pontas”, explica Daniel Domeneghetti, CEO da DOM Strategy Partners.
Quanto ao meio de comunicação mais usado neste ano para o varejo omnichannel potencializar o diálogo com o cliente, o mobile foi escolhido por 48% das empresas ouvidas pela DOM Strategy Partners. Em seguida aparecem redes sociais websites e blogs.
Abaixo a tabela:
Segmento
Canais de Ancoragem
Canais a Focar
Canais de Experiência
Moda / Têxtil
Lojas Físicas – 72%
(77% em 2017)
(81% em 2016)
Lojas Virtuais – 67%
(62% em 2017)
(56% em 2016)
Comunicação – Mobile
Vendas – Redes Sociais
Relacionamento – APP
Super / Hiper
Lojas Físicas – 71%
(72% em 2017)
(76% em 2016)
Lojas Virtuais – 87%
(84% em 2017)
(83% em 2016)
Comunicação – Mobile
Vendas – APP
Relacionamento – Contact Center
Drogarias
Lojas Físicas – 74%
(78% em 2017)
(81% em 2016)
Lojas Virtuais – 56%
(APP 49% em 2017)
(Lojas Virtuais 64% em 2016)
Comunicação – WebSites
Vendas – Mobile
Relacionamento – Contact Center
Eletro-Eletrônicos e Eletro-Domésticos
Lojas Virtuais – 61%
(59% em 2017)
(54% em 2016)
Mobile – 48%
(Flagships 24% em 2017)
(Mobile 32% em 2016)
Comunicação – Redes Sociais
Vendas – Mobile
Relacionamento – Redes Sociais
Livros e CDs
Lojas Virtuais – 71%
(69% em 2017)
(57% em 2016)
APP – 41%
(Door To Door 39% em 2017)
(Door To Door 42% em 2016)
Comunicação – Redes Sociais
Vendas – Mobile
Relacionamento – Redes Sociais
Esportes
Lojas Virtuais 58%
(Lojas Virtuais 55% em 2017)
(Lojas Físicas 54% em 2016)
APP 38%
(APP 33% em 2016)
(Redes Sociais 33% em 2017)
Comunicação – Mobile
Vendas – Mobile
Relacionamento – Mobile
Cosméticos e Beleza
Door to Door 48%
(Lojas Virtuais 49% em 2017)
(Door To Door – 44% em 2016)
Lojas Virtuais 56%
(Door To Door – 47% em 2017)
(Lojas Virtuais 52% em 2016)
Comunicação – Blogs
Vendas – APP
Relacionamento – Redes Sociais
Sobre a DOM Strategy Partners
A DOM Strategy Partners é a primeira consultoria focada em estratégia corporativa, 100% nacional.
Fonte: O negócio do varejo